LIGUE AGORA!
PEDIR INFORMAÇÕES
Vacuoteparia

A Vacuoterapia ou Endermologia é muito utilizada nos procedimentos de estética, é uma técnica muito antiga que consiste em fazer deslizar o equipamento sobre a pele, realizando uma sucção que descola a pele do músculo, sendo ótima para remover contraturas, gordura localizada e melhorar a circulação linfática. A sucção da pele ocorre devido a uma diferença de pressão, que pode ser controlada pelo técnico. Dependendo do objetivo da sucção, esta deve ser realizada sempre respeitando a direção dos gânglios e vasos linfáticos.

São equipamentos que possuem técnica de sucção gerando pressão negativa que serve para mobilizar os tecidos. Ao efectuar o tratamento, produz-se a mobilização dos tecidos da pele mais profundamente, como se fosse o movimento de rolamento feito com as mãos numa massagem manual. Este procedimento permite o aumento da circulação sanguínea local, melhorando o aspecto da celulite e a distribuição do tecido adiposo.  Na prática, o aparelho substitui as manobras da massagem modeladora, proporcionando uma mobilização mais intensa nos tecidos. A pele deve estar sempre integra e limpa para receber o procedimento que é feito com óleo de massagem.

Essa técnica pode ser usada de forma isolada ou em protocolos que envolvem outros tipos de tratamentos, como massagem modeladora, radiofrequência, lipocavitação ou carboxiterapia, variando de acordo com a necessidade de cada pessoa. As sessões são realizadas 1-4 vezes por mês, com duração de 20-40 minutos por região a ser tratada.

O tratamento com vacuoterapia pode ser indicado para:

  • Remover contraturas musculares no pescoço, nas costas, braços ou pernas;
  • Ajudar no combate à celulite da barriga, flancos, bumbum e coxas;
  • Eliminar o excesso de líquido na região abdominal, pernas e tornozelos;
  • Contribuir para a eliminação de toxinas;
  • Estimular e auxiliar o sistema linfático;
  • Melhorar a resposta da pele à aplicação de cremes de uso diário como hidratantes e anti-rugas;
  • Estimular a produção de colágeno e elastina;
  • Melhorar a aparência da cicatriz, deixando-a mais fina e menos aderida ao músculo.

 

Contraindicações da vacuoterapia

Este tratamento geralmente é bem tolerado, mas não deve ser realizado em cima de uma cicatriz recente, por cima de varizes, ferida abertas, infecção local, uso de pacemaker, hérnia no local, hematoma, flebite, infecção ativa, hipertensão, uso de anticoagulantes, e pouco tolerância à dor.

 

Adicionar Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *