LIGUE AGORA!
PEDIR INFORMAÇÕES
Drenagem Linfática – A Aliada da Retenção de Líquidos

Drenagem Linfática – A Aliada da Retenção de Líquidos

Sabia que a drenagem linfática pode ajudá-la a combater o inchaço e a celulite? Este tratamento que pode ser um grande aliado para todas as mulheres. Neste artigo vão ser abordados os seguintes tópicos:

  • O que é a Drenagem Linfática?
  • Tipos de Drenagem Linfática?
  • Benefícios da Drenagem Linfática
  • Indicações da Drenagem Linfática
  • Contraindicações da Drenagem Linfática
  • Diferença entre Drenagem Manual e de Máquina
  • Conclusão

O que é a Drenagem Linfática?

Consiste numa massagem com movimentos suaves a um ritmo lento, para evitar o rompimento dos vasos linfáticos e tem como objetivo estimular e facilitar a passagem da linfa pelo sistema circulatório.

A drenagem linfática é um tipo de massagem que estimula a drenagem natural da linfa, acelerando o metabolismo e ajudando a eliminar os resíduos do corpo e retenção de líquidos. A linfa é um líquido que circula no corpo limpando o sangue de impurezas, desempenhando o seu papel imunitário juntamente com os anticorpos do sangue mas que pode estar presente entre as células, causando inchaço e dor, em alguns casos.

Pode ser uma grande aliada para todas as mulheres, prevenindo a má circulação, retenção de líquidos, eliminação de toxinas, melhora a oxigenação dos tecidos, fortalece o sistema imunitário, atenua a dor e alivia o stress.

Massagem

Métodos de Drenagem Linfática

  • Método Vodder

A técnica de drenagem linfática proposta por Vodder recomenda a utilização de uma pressão suave, lenta e repetitiva em que não há deslizamento do tecido a ser tratado e sim a ação de “empurrar e relaxar” o tecido subcutâneo em duas fases diferentes de toque. Após as fases de toque, existe um relaxamento total da pressão e mantém-se apenas o contato da mão com a pele do paciente. O sentido da drenagem segue o sentido do fluxo linfático no tecido. Nesta técnica a massagem inicia-se sempre distalmente ao segmento a ser drenado.

Este método propõe dois tipos de movimentos – círculos estacionários (fixos) realizados na face e no pescoço. Com a mão espalmada sobre a pele, os dedos realizam movimentos contínuos em forma de círculos ou espirais. A pressão deve ser realizada apenas na primeira metade do círculo. Na segunda metade, existe o contato, porém, sem a pressão, possibilitando o retorno do tecido ao local de origem. Realiza-se entre 5 e 7 movimentos.

  • Método Gody Gody

Trata-se de uma técnica recente e inovadora na área da drenagem linfática, baseia-se na metodologia científica atual e adapta-se à fisiopatologia de cada intervenção cirúrgica estética ou reparadora e à remodelação fisiológica corporal.

O objetivo é a redução da dor, inchaço, hematoma, prevenção e tratamento da fibrose, aquando instalada no corpo.

As contraindicações deste método são: infeções, insuficiência cardíaca ou renal e hipertensão.

  • Método Leduc

Este método mantém algumas técnicas semelhantes a Vodder, sendo que a principal diferença incide no facto deste método não iniciar a drenagem linfática dos seus pacientes pelo pescoço, principalmente quando se trata de edemas muito distantes. Albert Leduc afirmava que as manobras sobre o ângulo venoso não tinham o poder de acelerar significativamente o fluxo linfático de locais distantes do pescoço, como nas pernas, por exemplo.

Existem duas fases para efetuar a evacuação dos líquidos intersticiais: a reabsorção e a chamada. A primeira fase consiste na absorção dos líquidos excedentes e a segunda fase consiste no transporte do líquido através dos vasos linfáticos.

  • Método Renata França

Este método conta com pressão firme e ritmo acelerado, além de bombeamentos e manobras exclusivas que permitem resultados imediatos. A técnica reduz edemas, ativa a circulação sanguínea e potencializa uma rede complexa de vasos que movem os fluídos do corpo, reduzindo a tão temida celulite. O Método Renata França promete um corpo menos inchado e delineado, com o metabolismo mais acelerado e, portanto, uma sensação de bem-estar.

A Drenagem Linfática com o Método Renata França é diferenciadora em tudo, na pressão, ritmo, manobras, bombeamento e no mais importante, nos resultados.

Renata França foi quem desenvolveu várias massagens, a Miracle Touch, Miracle Face, Drenagem Linfática, Modeladora Redutora e Massagem Relaxante, todas com ritmo, pressão, bombeamento e deslizamento diferenciados. O Método Renata França promete resultados desde a primeira sessão.

A massagem das famosas como é conhecida conta com pressão firme e ritmo acelerado, além de bombeamentos e manobras exclusivas que permitem resultados imediatos. A técnica reduz edemas, ativa a circulação sanguínea e potencializa uma rede complexa de vasos que movem os fluídos do corpo, reduzindo a tão temida celulite.

O Método Renata França promete um corpo menos inchado e delineado, com o metabolismo mais acelerado e, portanto, uma ótima sensação de bem-estar. A Drenagem Linfática com o Método Renata França é diferenciadora em tudo, na pressão, ritmo, manobras, bombeamento e no mais importante, nos resultados.

 

Benefícios da Drenagem Linfática

Os principais benefícios da drenagem linfática são:

  • Combater o inchaço e a retenção de líquidos;
  • Ajudar no combate à celulite;
  • Ajudar na recuperação de lesões musculares e articulares;
  • Colaborar na cicatrização dos tecidos;
  • Prevenir aderências cicatriciais após a cirurgia plástica;
  • Reduzir os hematomas;
  • Melhorar a circulação sanguínea, venosa e linfática;
  • Oxigenar os tecidos de forma mais adequada;
  • Colaborar para a eliminação das toxinas do corpo;
  • Melhorar a auto-estima e consequentemente a qualidade de vida.

Indicações da Drenagem Linfática

A drenagem linfática manual pode ser útil para eliminar qualquer tipo de inchaço no rosto ou no corpo que podem surgir nas mais variadas situações. Quando a técnica é realizada com precisão, consegue eliminar o excesso de líquido que evidencia o inchaço, devolvendo-o para a corrente sanguínea, que após ser filtrado através dos rins, pode ser eliminado em forma de urina.

Assim, a drenagem linfática é indicada nos seguintes casos:

  • Durante a gravidez;
  • Após cirurgia plástica;
  • Após o tratamento de uma doença oncológica;
  • Lesões e traumatismos nos músculos, tendões ou articulações;
  • Durante o período menstrual;
  • Após qualquer cirurgia;
  • Em caso de celulite;
  • Devido ao consumo excessivo de sal e pouca ingestão de água.

A drenagem linfática pode ser realizada com as mãos ou com o uso de aparelhos específicos para drenagem, presente em alguns consultórios, mas a drenagem linfática não deve ser realizada quando há acne severa, graus 3 ou 4 porque pode piorar as lesões ou quando existem feridas abertas, porque podem infeccionar. Após a cirurgia plástica a técnica deve ser realizada após a liberação do cirurgião plástico, normalmente após 24 ou 48 horas da cirurgia.

Contraindicações da Drenagem Linfática

A drenagem linfática manual é contra-indicada nos seguintes casos:

  • Infeções agudas;
  • Insuficiência cardíaca descompensada;
  • Tromboses;
  • Hipertensão;
  • Doenças Oncológicas;
  • Asma brônquica e bronquite asmática;
  • Hipertireoidísmo;
  • Inchaço em algumas partes do corpo, dorida, avermelhada ou sensação de mal-estar.

Diferença entre Drenagem Manual e de Máquina

Na versão manual, são utilizados movimentos suaves e repetitivos, onde o objetivo é mover o fluído para fora dos tecidos em gânglios linfáticos, onde bactérias, vírus e outros micro-organismos nocivos são eliminados.
Na drenagem com máquina, como é o caso da Pressoterapia, não é possível ter a mesma sensibilidade na massagem. Assim, os riscos de comprimir inadequadamente os vasos capilares são muito maiores do que numa drenagem manual.

Conclusão

A drenagem linfática deve ser feita por um profissional competente que utilize as técnicas de forma correta. As manobras que podem ser usadas incluem movimentos circulatórios com os dedos, círculos com o polegar, pressão e deslizamento em forma de bracelete, ou movimento de bombeamento. A drenagem pode ser feita em todo corpo, ou apenas numa área de tratamento, dependendo da necessidade que a pessoa apresenta.

Adicionar Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *